4 indicadores de produtividade para melhorar o desempenho do seu negócio.

Os indicadores de produtividade em sua empresa são a chave para medir e, consequentemente, melhorar o seu desempenho nos negócios.

Quando dedica-se uma pequena porção de tempo para analisar os indicadores de produtividade, normalmente encontra-se alguns problemas ao longo do caminho, mas aos poucos é possível melhorar a rentabilidade de todas as equipes. Ou seja, diminui-se os esforços pra fechar o mês no positivo.

Aqui estão 4 dos indicadores mais importantes para qualquer negócio. Dê uma olhada:

1. Ticket médio

Um “ticket” é o quanto seu cliente gastou em uma compra ou contratação. Chamamos de “médio” o valor que costuma sair na maioria desses pedidos ou serviços prestados. Em resumo, é o quanto em média você ganha por cliente atendido.

Esse é um dos principais indicadores de produtividade, especialmente para ver se o seu serviço está dando lucro ou prejuízo.  O Seu ticket médio deve ser maior do que o custo de todo o serviço prestado, contando com trabalhos como publicidade e atendimento, por exemplo.

2. Taxa de vendas bem-sucedidas

Enquanto o primeiro indicador diz respeito apenas aos clientes que você conseguiu atender, este aqui leva todos em conta, incluindo os que não fecharam negócio.

Basicamente, aqui está a proporção entre pessoas atendidas e clientes adquiridos. Uma taxa de 10% quer dizer que, a cada 10 contatos, apenas 1 traz dinheiro. E, dependendo do custo de cada conversa sem sucesso, isso pode ser um grande problema. Caso seja o seu caso, é necessário buscar uma taxa de vendas melhor, procurando pelos clientes mais interessados de antemão.

3. Número de reclamações

Esse é o famoso indicador de insatisfação. Sempre temido, mas nunca deve ser ignorado. Vale a pena ouvir os clientes e aprender com eles. Analisando bem as críticas, dá até para alcançar resultados melhores de reputação.

4. Rotatividade de funcionários

Este é um indicador de produtividade que nem sempre recebe a devida atenção, mas que reflete bem o funcionamento das equipes.

Já parou pra olhar quantos colaboradores são contratados e demitidos a cada mês? Já pensou que cada profissional que sai também está levando o seu tempo de experiência na casa e suas habilidades específicas?  Áreas com muita rotatividade tendem a gerar bastante custo, especialmente em pequenas empresas, com poucos membros.

 

Fonte: Guia Empreendedor